14 de jan de 2011


A VERDADE PODE SER SUAVE
De um pai ouvi publicamente sobre seu "menino", agora também um adulto.
Nunca ouvimos do nosso filho uma mentira. Se ele diz "sim" é "sim". Se ele diz "não" é "não". Se ele diz que sabe fazer algo, é porque ele sabe. Se não sabe fazer, ele diz que não sabe.
Antes de imaginar esse homem como sério e de rosto pesado, digo-lhe: conheço o rapaz. É muito sério no que faz, sempre muito disposto a ajudar e sempre muito alegre nos seus relacionamentos. Ele gosta da verdade, mas não gosta de machucar ninguém. A verdade também não o machuca: ele não faz força para ser verdadeiro. Ele é suavemente verdadeiro. Ele não grita a verdade. Ele não é áspero.
Ele põe em prática o dificílimo conselho bíblico: "Seja o sim de vocês, sim, e o não, não, para que não caiam em condenação" (Tiago 5.12).
É uma graça conviver com uma pessoa cheia de verdade.
É uma graça conhecer uma pessoa plena de suavidade.
Você conhecesse pessoas assim? 
(Israel Belo)


Nenhum comentário:

Postar um comentário