30 de jan de 2011

SENSACIONALISMO

Um pastor, novato, resolveu fazer um culto de cura divina. Orou e jejuou muito antes. Queria ver um milagre que convencesse os irmãos da Igreja do seu ministério. Após iniciar o culto, percebeu um rapaz em uma cadeira de rodas, que mantinha o olhar em sua direção e nem piscava. Pensou consigo, este rapaz está com fé. No final de sua eloqüente pregação, cheio de fé, disse ao rapaz da cadeira de rodas: "Levanta e anda" e para seu espanto, o rapaz levantou e andou meio desequilibrado, sem direção, mas andou. Todos os presentes choraram, gritaram, até que o pastor resolveu perguntar á mãe do rapaz (no microfone) _ Há quanto tempo seu filho é paralítico? - o que a mãe respondeu: _ Meu filho nunca foi paralítico não senhor, ele é cego!

28 de jan de 2011

DEPENDÊNCIA

Um jovem, recém formado em seu curso de Teologia, chegou ao púlpito, impecavelmente vestido e mostrando-se muito confiante em si mesmo. Ele começou a pregar o seu primeiro sermão naquela que era a sua primeira igreja e as palavras simplesmente não saíam. Sentindo-se envergonhado e derramando lágrimas, ele deixou a plataforma onde estava pregando. Duas senhoras, já idosas, que estavam sentadas na primeira fila da igreja, comentaram entre si: "Se ele entrasse como ele saiu, ele sairia como ele entrou." Muitas vezes perdemos grandes bênçãos exatamente por nos julgarmos auto-suficientes e por acharmos que não dependemos de Deus para nada.

26 de jan de 2011

AGIR SEM PENSAR

Uma empresa entendeu que estava na hora de mudar o estilo de gestão e contratou um novo gerente geral. Este veio determinado a agitar as bases e tornar a empresa mais produtiva.   No primeiro dia, acompanhado dos principais assessores, fez uma inspeção à toda empresa. No armazém todos estavam trabalhando, mas um rapaz novo estava encostado na parede com as mãos no bolso. Vendo uma boa oportunidade de demonstrar a sua nova filosofia de trabalho, o novo gerente perguntou ao rapaz: - Quanto é que você ganha por mês? - Trezentos reais, porquê? - respondeu o rapaz sem saber do que se tratava. O administrador tirou os R$ 300,00 do bolso e os deu ao rapaz, dizendo: - Aqui está o seu salário deste mês. Agora desapareça e não volte aqui nunca mais! O rapaz guardou o dinheiro e saiu conforme as ordens recebidas. O gerente então, enchendo o peito, pergunta ao grupo de operários: - Algum de vocês sabe o que este tipo fazia aqui? - Sim Senhor - responderam atônitos os operários. - Veio entregar uma pizza e estava aguardando o troco. "Tem pessoas que desejam tanto mandar, que se esquecem de pensar".

14 de jan de 2011


A VERDADE PODE SER SUAVE
De um pai ouvi publicamente sobre seu "menino", agora também um adulto.
Nunca ouvimos do nosso filho uma mentira. Se ele diz "sim" é "sim". Se ele diz "não" é "não". Se ele diz que sabe fazer algo, é porque ele sabe. Se não sabe fazer, ele diz que não sabe.
Antes de imaginar esse homem como sério e de rosto pesado, digo-lhe: conheço o rapaz. É muito sério no que faz, sempre muito disposto a ajudar e sempre muito alegre nos seus relacionamentos. Ele gosta da verdade, mas não gosta de machucar ninguém. A verdade também não o machuca: ele não faz força para ser verdadeiro. Ele é suavemente verdadeiro. Ele não grita a verdade. Ele não é áspero.
Ele põe em prática o dificílimo conselho bíblico: "Seja o sim de vocês, sim, e o não, não, para que não caiam em condenação" (Tiago 5.12).
É uma graça conviver com uma pessoa cheia de verdade.
É uma graça conhecer uma pessoa plena de suavidade.
Você conhecesse pessoas assim? 
(Israel Belo)